Doenças

Síndrome de West: O que é, sintomas e tratamento

O que é síndrome de West?

A síndrome de West é uma das encefalopatias epilépticas que surgem durante a amamentação sendo caracterizada por espasmos infantis, interrupção do desenvolvimento e uma alteração específica no eletroencefalograma, chamada de hipsarritmia.

A condição costuma se manifestar  entre os 3 meses e um ano de idade e há uma regressão no desenvolvimento neuropsicomotor da criança.

Síndrome de West

Causas da Síndrome de West

As causas podem ser divididas em dois grupos: os sintomáticos e o criptogênico.

Os sintomáticos são aqueles que tiveram existência prévia de sinais de lesão cerebral por causas conhecidas, como:

  • Malformações cerebrais
  • Infecções de sistema nervoso central
  • Hemorragias intracranianas
  • Lesão hipóxico – isquêmica após sofrimento fetal, seja por nascimento pré-termo, pós-termo, ou síndrome de aspiração meconial
  • Erros inatos do metabolismo
  • Condições genéticas como a esclerose tuberosa e a síndrome de Down.

E o criptogênico, é caracterizado pela falta de sinais prévios de lesão cerebral ou a etiologia não pode ser definida. Este tipo corresponde a 40% dos casos.

Sintomas

Os principais sintomas da doença são os espasmos infantis, atraso ou interrupção dos marcos do desenvolvimento e eletroencefalograma com hipsarritmia.

Espasmos rápidos (2 a 10 segundos): ocorrem geralmente ao despertar e no início do sono.

Diagnóstico da Síndrome de West

O diagnóstico da síndrome de West é feito com base nos relatos de sintomas do bebê e por meio do exame de eletroencefalograma com hipsarritmia. Entre os três meses e um ano de vida já é possível diagnosticar a doença.

  • Síndrome de Sandifer
  • Mioclonia benigna do lactente
  • Spasmus Nutans
  • Torcicolo paroxístico benigno da infância.

Tratamento

O tratamento deve ser iniciado o quanto antes. Por meio do uso de medicações indicadas apenas por um médico. Ele indicará qual será o melhor medicamento e sua dosagem.

Síndrome de West tem cura?

Não. Mas as crises podem ser controladas gradativamente a realizar o tratamento corretamente.

Por isso, é importante diagnosticar e tratar a criança precocemente, já que o objetivo do tratamento é diminuir os sintomas e corrigir as anormalidades do cérebro.

Deixe-nos saber o que achou, porque sua opinião é muito importante para nós.

LER MATERIA COMPLETA...

Artigos relacionados

COMENTÁRIOS:
Botão Voltar ao topo
Share via
error: Alert: O conteúdo está protegido !!
Send this to a friend